O marketing é uma das áreas mais tradicionais e importantes da atualidade, afinal, o que seriam das empresas de aditivos químicos ou de qualquer outro segmento, sem ter um “marketeiro” que estabelecesse uma relação e criasse uma conexão entre a marca e o seu público?

Como seriam os negócios sem a sua presença digital estratégica, os conteúdos atrativos e os anúncios para converter clientes? Alguns termos como leads, CTA, funil de vendas, persona e tantos outros seriam provavelmente extintos do mundo. 

Mas será que o marketing é realmente tão importante assim para a sociedade? Entrando na onda da série Stranger Things, você já imaginou um mundo invertido sem o marketing? No texto de hoje, vamos abordar como seria nossa realidade sem essa área no cotidiano, bora conferir? Vamos lá!

 

Qual a história e a evolução do marketing?

Antes de nos aprofundarmos a entender como seria o mundo sem o marketing e a importância que ele tem para as nossas vidas, vamos voltar um pouco no tempo e entender mais como ele alcançou o patamar que vemos hoje. 

Os conceitos de marketing sempre estiveram vagando por aí e já foram identificados por diversos profissionais, em textos bíblicos, jogos de gladiadores, nos discursos filosóficos antigos e por aí vai, mas foi em 1902, com uma série de cursos nos Estados Unidos que ele começou a ser difundido e mais explorado. 

Seu ápice foi com o chamado “guru do marketing” Philip Kotler, entre as décadas de 50 e 60. Ele começou a explorar esse termo e fez com que ele explodisse na época, se tornando extremamente popular. 

O marketing já teve várias fases, até chegar na de hoje, com o marketing digital, considerado por muitos, o ápice dessa área, afinal, nunca foi tão fácil encontrar produtos como uniformes profissionais e conversar com a empresa. 

Agora que você já conhece mais sobre esse nicho, que tal imaginar um mundo sem ele, bora conferir como seria no mundo invertido?

 

Como as empresas iriam se comunicar?

A primeira pergunta que paira no ar é: “como seria a comunicação das empresas”, afinal, o marketing é um conjunto de estratégias que visa primordialmente, estabelecer um contato e uma ponte entre um negócio e o seu cliente final, afim de cumprir um objetivo. 

Sem ele, as empresas ficariam praticamente sem “voz ativa”, e teriam muito mais dificuldades de comunicação e de estabelecerem um vínculo com seus clientes. 

 

O relacionamento com o cliente, como ficaria?

Sem a comunicação, é claro que o relacionamento com o cliente é diretamente afetado, as empresas teriam dificuldades em posicionar sua marca, gerar reconhecimento, conversar com o público, divulgar produtos, conhecer sobre seu consumidor, entre diversos outros casos. 

Isso afetaria diretamente o relacionamento com o cliente, que provavelmente, seria algo mais frio e objetivo, talvez a economia nem fosse tão aquecida sem o marketing, e provavelmente, muitas marcas famosas não iriam conseguir se estabelecer no mercado. 

A qualidade do produto ia ser o único diferencial, e as corporações teriam que encontrar outros meios de falar de forma direta com seus usuários. 

 

E a internet, ainda seria útil?

Para a maior parte do público sim, é claro que seria muito útil, mas para as marcas, talvez ela fosse um artifício descartável principalmente as redes sociais, site e outros canais de comunicação. 

Sem o marketing, a internet serviria apenas para serviços dentro da própria empresa, sem a possibilidade de divulgar ou conversar com o mundo exterior, não veríamos grandes marcas em nossos feeds e nem receberíamos e-mails sobre um novo sistema de automação recém lançado. 

 

Os produtos e a divulgação, ainda existiria isso?

Os produtos ainda continuariam existindo, mas provavelmente de uma forma bem diferente, já que não existe marketing, provavelmente não seriam planejados em termos comerciais, e sim, pura e simplesmente de maneira para vender. 

Não teríamos embalagens criativas, e a estética poderia ficar em segundo plano, além disso, a divulgação não aconteceria, desmotivando provavelmente, novos lançamentos, e fazendo com que as empresas fossem menos criativas e inovadoras. 

Já pensou viver neste mundo invertido sem o marketing? Seria estranho, não acha? Deixe sua opinião nos comentários abaixo e não se esqueça de compartilhar com seus amigos caso tenha gostado do texto, até a próxima!

 

Esse artigo foi escrito por Iago Lourenço, criador de conteúdo do Soluções Industriais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.